Pular para o conteúdo

RISCO DE SANGRAMENTO NA COLONOSCOPIA

Por: Dr. Leonardo Maciel em 05/06/2021

Risco de sangramento na colonoscopia

A colonoscopia é um dos procedimentos endoscópicos mais comumente realizados na prática clínica, e o risco de complicações graves, incluindo sangramento gastrointestinal, é baixo. O sangramento geralmente está associado à retirada de pólipos (polipectomia) e raramente ocorre após a colonoscopia sem intervenção (9,8 versus 0,6 por 1000 colonoscopias).

O sangramento pode ocorrer imediatamente após a polipectomia ou pode demorar de várias horas a semanas após o procedimento. Muitos sangramentos param espontaneamente, e na persistência do sangramento, a maioria pode ser controlada endoscopicamente.

Os fatores de risco para sangramento imediato incluem tamanho, localização e forma dos pólipos. Especialmente os pólipos sésseis (planos), grandes (maiores de dois centímetros), localizados no cólon direito, e os pólipos pediculados, aqueles semelhantes a um cogumelo, com base espessa. Também apresentam maior risco aqueles pacientes em uso de anticoagulantes. Nessas situações o colonoscopista toma medidas profiláticas para diminuir o risco de sangramento logo após a realização da polipectomia, como por exemplo a injeção de adrenalina diluída e colocação de endoclipes.

É improvável que ocorra sangramento pós-polipectomia se um pólipo for menor que um centímetro. O uso de AAS e os anti-inflamatórios não esteroidais não estão associados a um risco aumentado de sangramento imediato, mas estão associados a taxas mais altas de sangramento tardio.

Em caso de dúvidas procure o seu médico, e não deixe de fazer a colonoscopia quando indicado. É um procedimento seguro e capaz de prevenir o surgimento do câncer colorretal.

Dr. Leonardo Maciel

Postado por: Dr. Leonardo Maciel, publicado em: 05/06/2021

Médico com residência médica em Cirurgia Geral, Coloproctologia e Endoscopia Digestiva. Mestre e Doutor em Cirurgia. Membro Titular da Sociedade Brasileira de Coloproctologia e do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.